Catedral de Milão

A Catedral de Milão, mais conhecida como Duomo, é uma enorme catedral gótica que está no coração da cidade. É a visita turística mais importante de Milão

Com 157 metros de comprimento, 11.700 metros quadrados e espaço para mais de 40.000 pessoas, o Duomo de Milão é uma das maiores catedrais católicas do mundo.

O edifício e sua construção

O lugar esteve ocupado pela Basílica de Santo Ambrósio desde o século V, e em 836 foi agregada a Basílica de Santa Tecla. Em 1075, ambos os edifícios foram destruídos por um grande incêndio e em 1386 começou a construção do Duomo no mesmo lugar.

A construção da Catedral de Milão começou em 1386 sob o mandato de Gian Galeazzo Visconti. O objetivo dessa grande obra era renovar a área e celebrar a política de expansão territorial dos Visconti.

A construção da catedral aconteceu durante cinco séculos, nos quais diferentes arquitetos, escultores e artistas deram sua contribuição profissional na famosa “Fabbrica del Duomo” (Fábrica da Catedral). O resultado de todo este trabalho foi uma arquitetura única, que mescla o estilo gótico internacional com a tradição lombarda.

O exterior da Catedral está revestido de mármore branco rosado proveniente das cavernas de Candoglia, em Val D’Ossola, e sua parte superior culmina com uma infinidade de pináculos e torres com estátuas que contemplam a cidade.

No ponto mais alto do templo está a estátua de cobre dourado esculpida por Giuseppe Perego em 1774, conhecida como Madonnina e transformada em símbolo de Milão.

No interior

A Catedral de Milão é um templo de grandes dimensões composto por grandes placas de mármore escurecido. O interior apresenta um aspecto estilizado e amplo graças às longas colunas de mármore com estátuas talhadas que chegam até o teto.

Entre as colunas há grandes quadros pendurados que representam diferentes cenas religiosas. Ao longo do templo você pode ver os esqueletos de diferentes santos que estão vestidos com suas melhores roupas de gala.

Entre os elementos mais chamativos está a estátua de Bartolomeu Apóstolo, padroeiro dos padeiros, na qual aparece com a pele arrancada, fazendo referência ao martírio que sofreu.

Em uma abóbada do teto situada atrás do altar está um dos tesouros da catedral, um prego da Cruz de Cristo. No sábado mais próximo do dia 14 de setembro, o prego é tirado do lugar onde costuma ser guardado para que os fiéis possam admirá-lo.

Terraço panorâmico 

O terraço da parte superior da catedral ocupa praticamente toda a superfície do telhado e oferece a possibilidade de passear pelas alturas enquanto se contemplam as belas vistas da cidade. Também é interessante a visão dos pináculos e das esculturas do telhado tão de perto.

É possível subir ao terraço tanto a pé, utilizando umas escadas bastante confortáveis, quanto usando o elevador, pelo qual é necessário pagar um suplemento.

A cripta e o Tesouro

Na cripta está a Capela de São Carlos Borromeo, na qual se conservam seus restos. Também se pode visitar o Tesouro, embora não seja muito interessante e tenha poucos objetos

O Batistério

Sob o Duomo, podemos visitar as escavações arqueológicas que mostram os restos da Catedral de Santa Tecla e as ruínas de um batistério cristão do século IV. No centro do batistério estão os restos de uma grande pia batismal octogonal na qual dizem que Santo Ambrósio batizou Santo Agostinho em 387. 

O lugar mais visitado de Milão

O Duomo de Milão é um dos lugares mais importantes da cidade e merece a visita. Embora a entrada ao Tesouro não valha tanto a pena, a visita ao terraço panorâmico é espetacular.

É necessário levar em conta que, mesmo no verão, é necessário ter os joelhos cobertos e algo sobre os ombros para poder visitar a catedral, que está muito vigiada.

Horário

Catedral: Todos os dias, das 8:00 às 19:00 horas.
Museu: De quinta a terça, das 10:00 às 18:00 horas.
Batistério: Todos os dias, das 9:00 às 18:00 horas.
Área arqueológica: Todos os dias, das 8:00 às 19:00 horas.
Terraço: Todos os dias, das 9:00 às 19:00 horas.

Preço

Catedral e Museu
Adultos: 2€.
Menores de 6 anos: entrada gratuita.
Área arqueológica
Adultos: 4€.
Menores de 26 anos: 2€.
Terraço
Elevador: 13€ (adultos) e 7€ (crianças de 6-12 anos).
Escada: 8€ (adultos) e 4€ (crianças de 6-12 anos).
Acesso gratuito para crianças até 6 anos.

Transporte

Metrô: Duomo, linhas 1 e 3.
Bonde: Torino (Duomo), linhas 2, 3 e 14; Dogana (Duomo), linha 24.